quinta-feira, 26 de abril de 2012

Faça Você Mesmo: Mapas Mentais Gerados Via SQL!


A criação de diagramas é um processo que exige paciência e bastante tempo. No entanto, se estes diagramas são de natureza hierárquica, fica mais fácil se pensar em um certo grau de automatização. Mas o que isso tem a ver com o postgresql? Este post mostra a geração automatizada de um diagrama hierárquico estilo mind map, através de uma consulta ao postgres!

Basicamente, este post apresenta duas utilidades práticas:
- A criação de mapas mentais sobre o banco de dados, importante para DBAs e útil para o gerenciamento dos bancos de dados;
- A geração de mapas mentais baseados nas informações contidas nos bancos de dados, o que pode ser uma alternativa relevante aos tradicionais relatórios tabulares.

Mapas mentais são diagramas que mostram uma hierarquia de conceitos, ideias ou objetos quaisquer. O Freemind é uma das ferramentas livres mais conhecidas para a construção intuitiva de mapas mentais, e será utilizado neste texto. A ferramenta permite a exportação de mapas mentais para vários formatos, pesquisas e várias outras funcionalidades.


Baixe-a e instale a partir deste site.



O formato interno do freemind é uma linguagem de marcação similar ao HTML ou ao XML, então é razoavelmente fácil criar diagramas através de consultas sql.

Os passos são os seguintes:

- Criar uma consulta que retorne o valor no formato do Freemind;
- Salvar o resultado da consulta em um arquivo .mm (mm de Mind Map);
- Abrir o diagrama gerado no Freemind e fazer as eventuais customizações.

A consulta abaixo realiza uma consulta aos metadados do postgresql e apresenta o resultado ao usuário (tive de salvar como imagem por ter caracteres não aceitos pelo Blogger):







Veja abaixo o resultado final obtido:






Agora é a sua vez! Tente executar a consulta no seu banco de dados, salve o resultado em um arquivo .mm e aprimore o script! 


Alguns desafios para você: 

- Aprimore o script deste post e compartilhe fazendo um comentário. Podes organizar de forma distinta, aninhar informações, acrescentar mais dados ou ainda melhorar o aspecto visual;
- Utilize mapas mentais na gestão dos seus BDs;
- Tente gerar diagramas não hierárquicos utilizando as setas. Não é tão fácil, mas você consegue;
- Produza relatórios no mundo real utilizando o Freemind e os dados gravados no postgresql.

Um comentário:

Roberto Alves disse...

legal, mapas mentais servem pra tudo =D