sexta-feira, 28 de novembro de 2008

PostgreSQL: Tendências pelo Mundo e no Brasil!

Você já se perguntou que países mais utilizam o PostgreSQL? Em que colocação ficaria o Brasil neste ranking? As buscas sobre o PostgreSQL estão aumentando ou diminuindo? Este tipo de pergunta é difícil de responder em virtude da facilidade de instalação e difusão do software. Estatísticas confiáveis são difíceis de conseguir e as que são disponíveis são certamente sujeitas a erros substanciais. Por exemplo, o fato de termos o PostgreSQL instalado, não significa que esteja sendo realmente executado.

No site do Google Insights podem ser buscadas informações relativas a buscas de termos em geral. A busca por PostgreSQL revelou interessantes idéias. Confira por conta própria aqui.

Algumas curiosidades:

- A procura por PostgreSQL tem diminuído nos últimos 4 anos. Este dado não significa uma diminuição da base instalada, uma vez que o que é medido é a quantidade de buscas a respeito.

- Se em 2004, Japão e Rússia eram os países com maior interesse, Cuba e China hoje ocupam esta posição. Abaixo, uma visão do dia de hoje (28/11/2008)


- O Brasil ainda ocupa uma posição intermediária em buscas na internet sobre o tema. O Paraguai é o país da América do Sul que mais pesquisa sobre o PostgreSQL.

- Em 2008 a quantidade de buscas está estável, com queda à medida que se aproxima o fim do ano.


- Dentre os estados brasileiros, temos como grandes buscadores o Distrito Federal, o meu Ceará e Santa Catarina. A região Norte em Geral e alguns estados apresentaram um baixíssimo índice de buscas sobre o PostgreSQL, enquanto que a Região Sul é a que apresentou uma maior difusão, com todos os estados apresentando bom índice de buscas. Estes dados apresentam uma forte influência da concentração dos profissionais de informática no país.

Um comentário:

DUTRA, Leandro Guimarães Faria Corcete disse...

Será que o declínio nas buscas deve-se à crescente aceitação do nome PostgreSQL?

De qualquer maneira, creio que talvez possa dever-se à curiosidade diminuída... a situação está bem delimitada: MySQL para o que não tem importância, PostgreSQL para o resto. Antes havia mais dúvida.